Escrever o primeiro post do blog é assustador.

Sabe quando escrevi a primeira versão desse post? Junho, acho. Escrevi, publiquei, e três dias depois, despubliquei.

Na primeira versão eu comparava a publicação do primeiro post no blog vazio à coisas como o primeiro dia de aula ou de trabalho. Achei uma boa ideia. Depois me senti idiota. Ficou igual àquela apresentação que a gente é forçado a fazer no colégio, quando a turma não se conhece, entende? Você planeja o que vai dizer (você vai ser a pessoa mais legal da turma por causa do que vai falar) mas quando chega a sua fez, você fala ainda menos do que a professora pediu. Ridículo.

Mais ridículo ainda é pagar vários meses de hospedagem do blog e não usar. Muitas pessoas se identificam com isso. Talvez até você se identifique, sabe, pagando adiantado a academia e não indo?

Outra coisa. Já viu aqueles programas de talentos, nas fases iniciais, quando pessoas completamente sem talento participam acreditando que têm jeito para a coisa e são quase instantaneamente desclassificadas? Então! Não vou dizer mais nada.

Até o próximo concurso de talentos, digo, post.